Combo do bêbado

Pior que eu sei essas de cor. E conto mto melhor qdo estou bêbado.

***

O bêbado, no ponto do ônibus, olha pra uma mulher e diz:
– Você é feia hein?
A mulher não diz nada. E o bêbado insiste:
– Nossa, mas você é feia demais!
A mulher finge que não ouve. E o bêbado torna a  dizer:
– Puta merda! Você é muito feia!
A mulher não se agüenta e diz:
– E você é um bêbado!
– É, mas amanhã eu melhoro…

Então ele subiu no ônibus. Logo na roleta,  cambaleando, ao cobrador diz:
– Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata,  eu seria um gatinho!
E continua:
– Se meu pai fosse um cachorro e minha mãe uma cachorra, ai eu era um
cachorrinho!
E mais:
– Se meu pai fosse um touro e minha mãe uma vaquinha, ai eu seria um bezerrinho!
O cobrador, nervoso, pergunta:
– E se o seu pai fosse um viado e sua mãe uma puta?
– Ai eu era cobrador de ônibus!

Saindo da roleta, o bêbado grita:
– Hoje eu quero comer um cuuuuuu!
Todos os passageiros olham assustados para ele, que diz:
– Calma gente, eu só quero um.

Já na parte de trás do ônibus, grita de novo.
– Do lado direito todo mundo é corno! Do lado esquerdo todo mundo é viado!
Ao ouvir isto,  levanta um negão do lado esquerdo e fala:
– Eu não sou viado !!!
E o bêbado responde:
– Então muda de lado que não gosto de confusão !!!

A partir desse momento os passageiros começaram a  xingar o bêbado e  ameaçando cobri-lo de porrada.
O  motorista, para evitar confusão, freia bruscamente  e todos caem.
Um dos passageiros se levanta, pega o bêbado pelo colarinho e pergunta:
– Fala de novo, safado. Quem é corno e quem é  viado?
– Agora eu não sei mais. Misturou tudo!

Ele então desce do ônibus, entra em uma igreja, o  padre, viu aquele  bêbado entrando e resolveu dar o  sermão:
– Irmãos, quem não for a favor da bebida que se  sente agora!
Todos se sentaram e o Bêbado gritou:
– Oh seu padre, Só nós dois heim!?

Expulso da igreja, entra logo num boteco e já  pede:
– Coloca aí dez pinga pra mim.
O dono obedeceu e colocou dez pingas para o bêbado, que bebeu todas.
– Coloca agora cinco pinga!
O dono colocou, o cara bebeu todas e disse:
– Agora coloca só três, viu?
Bebeu as três num gole só, fez aquela careta  típica de  pingaiada e pediu:
– ZZZZZZ só uma agora! ZZZZZZ só mais uma!
O bêbado bebeu aquela, deu uma cambaleada e  concluiu:
– Eu num to enZenZendo.. Quanto menossss eu bebo,  mais eu fico  tonto!

Antes de ir embora ele pede um maço de cigarros,  que traz escrito na  lateral: ‘O MINISTERIO DA SAUDE ADVERTE: Cigarro pode causar impotência  sexual’. Assustado, gritou pro garçom:
– NÃO. Esse aqui não!!! Me dá aquele que causa câncer.

Ao sair do boteco, todo embriagado, o bêbado andando na rua, toca o  interfone de uma casa e  pergunta:
– Seu marido taí?
Uma mulher responde:
– Está, quem quer falar com ele?
– Xá pra lá, brigado.
Chega em outra casa e toca o interfone novamente:
– Seu marido taí?
Outra mulher responde:
– Está no banho, quem quer falar..
– Brigaaaaaado, pooooode deixar.
Na outra casa…
– Bom dia, seu marido taí?
– Está… vou chamá-lo…
– Não, não é preciiiiiiso, responde o bêbado.
– Na outra casa:
– Oi, seu marido taí?
A mulher responde:
– Não, mas já deve estar chegando.
O bêbado responde:
– Então, faz favor, olha aqui pra fora e vê se sou  eu!?!?

Tempos depois consegue lembrar aonde é sua casa  com muito custo.
Abre a porta e vai correndo para  o banheiro.
Assustado, corre para o quarto e  acorda a mulher:
– Ô muié… Essa casa ta mal assombrada!
Eu abri a  porta do banheiro e a luz acendeu sozinha.
Depois,  fechei a porta e a luz apagou sozinha….
A mulher, puta da vida, grita:
– Filho da puta!!! Você mijou na geladeira de  novo!!!

Enxotado de casa pela mulher, que não tava a fim de dormir cheirando bafo de pinga, vai a um beco,  acaba dormindo no chão e tem o relógio roubado.
No dia seguinte, já curado da manguaça, ao andar  pela rua, vê um cara usando o seu relógio, e se  aproxima dele dizendo:
– Hei, cara, esse relógio é meu!
– Que seu que nada. Esse relógio eu peguei de um  bêbado que eu comi ontem  lá no beco.
– Tem razão, não é meu mesmo. Mas que  parece, parece!!!

Advertisements

Terremoto da peste

Depois dos problemas dos Tsunamis ocorridos na Ásia, o governo brasileiro resolveu instalar em Brasília um medidor de abalos sísmicos, que cobre todo o país.

O Centro Sísmico Nacional enviou à polícia da cidade de Caruaru, em Pernambuco, uma mensagem que dizia:

“Possível movimento sísmico na zona. Muito perigoso, superior a Richter 7. Epicentro a 3 km da cidade. Tomem medidas. Informem resultados com urgência.”

Após uma semana, foi recebido no Centro Sísmico Nacional um telegrama que dizia:

“Aqui é da Pulíça de Caruaru. Movimento sísmico totalmente desarticulado. O tal Richter tentou se evadir, mas foi abatido a tiros. Desativamos as zona. As puta tá tudo presa. Epicentro, Epifânio e outros trêis cabra da peste tão tudo detido. Não respondemos antes porque houve um terremoto da porra aqui.”

Cacildis!

(enviada pelo brother Marcos, via MSN)

Mussum entra no bar:

– Seu Mané, o senhor tem um copo de leite de capivara de Barra do Piraí?

– Ah, não tem, não.

– O senhor aí não tem leite de mula manca sem cabeça?

– Mula manca sem cabeça? Não, não tem, não!

– Pô, mas que massada. O senhor não tem nem leite de perereca aí?

– Leite de perereca? Também não tem!

– Não tem leite de ganso manso?

– Ganso manso? Nem isso tem!

– Deus é testemunha que eu queria tomar leite! Bota uma cachaça aí então!

mussum02Grande “Mumu da Mangueira”

O peão e o gerente

O gerente chama o empregado da área de produção, negão, forte, 1,90m de altura, 100kg, recém admitido, e inicia o diálogo: 

– Qual é o seu nome?

– Eduardo – responde o empregado.

– Olhe, – explica o gerente – eu não sei em que espelunca  você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu  primeiro nome. Isso é muito familiar e pode levar a perda de autoridade.  Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza…

Então saiba que eu sou seu gerente e quero que me chame de  Mendonça. Bem, agora quero saber: qual é o seu nome completo?

O empregado responde: 

– Meu nome é Eduardo Paixão

– Tá certo, Eduardo. Pode ir agora…