Vai que é sua, Marcão!

Calma, muita calma. Não mudei de time e muito menos me referi ao arqueiro do Palmeiras! Looooonge disso.

Estou falando do meu “amigo-irmão-parceiro” Marcos Ceciliato Mattioli. Depois de estar com um pé fora de sua atual empresa, ele recebeu da mesma uma proposta irrecusável: trabalhar num projeto em Lisboa, Portugal. Acertadamente (na minha opinião) ele aceitou o desafio e hoje partiu para capital portuguesa.

Boa sorte, brother! 

eu_marcos_diegoEu, Marcos e Diego na Liquid Lounge em SP

Substituição

Liberou uma vaga no bar do Balls Brothers. O Fabrizio foi transferido pra la’. Para a sua vaga ele indicou o Thiago, seu “flatemate” . Agora o Thiago e’ meu companheiro de trampo. Ele ainda ta’ meio perdido mas logo vai pegar o jeito.

Tchau verao.

Domingo passado foi o ultimo dia de calor aqui. Pelo menos eu o aproveitei bem. Depois de escrever aquele ultimo post, fui para minha ex-casa. La’ encontrei com o Fabrizio e o Thiago. Compramos umas brejas e passamos a tarde bebendo e jogando conversa fora.

Medo.

Devia ser umas 17h30 e eu e Thiago andavamos na beira do Tamisa. Era nosso break e estavamos indo ver o David Blane ( aquele magico idiota que ta’ dentro de uma caixa de vidro ja’ faz uns 20 dias). Frio da porra e um vento gelado soprava na nossa cara. Foi quando eu vi um trecom que me assustou: uma menina vestida com uma mini-saia e uma fina blusinha de alca. E ela andava como se estivesse em pleno janeiro no Guaruja. Olhei para o Thiago e falei: Imagina quando o frio REALMENTE chegar…

Supresa.

O Marcos gravou um CD’s pra mim e a Re ficou encarregada de envia-los. Quando abria a correspondecia com os ditos cujos qual nao foi minha surpresa quando vi um CD escrito: Aurea Maiden – Tribute to Aurea’s son.

Pra quem nao sabe minha mae chama-se Aurea e o Marcos fez um pequeno “trocadilho” com o nome dela e o da minha banda favorita. Mas o que eu tenho que destacar aqui, alem da criatividade de meu amigo, foi a selecao de musicas que ele escolheu. Ele gravou as musicas que eu mais gosto de CADA CD do Iron em um unico CD.

O mais impressionante e’ que nao sei como o Marcos conseguiu lembrar EXATAMENTE de CADA musica de CADA album! Sao 13 albuns no total e estavam la’ as melhores musicas (na minha opiniao) de cada um deles. Fiquei impressionado pq o MArcos e’ aquele tipo de cara que nao lembra o que ele almocou no dia anterior, mas ele teve o dom de lembrar dos meus sons favoritos.

Valeu, fiiiiiii!

E por falar em Iron…

Essa musica tem muito a ver com o que eu to passando aqui. Prestem atencao:

Wasted Years

From the coast of gold, across the seven seas,
I’m travelling on, far and wide,
But now it seems, I’m just a stranger to myself,
And all the things I sometimes do, it isn’t me but someone else.

I close my eyes, and think of home,
Another city goes by, in the night,
Ain’t it funny how it is, you never miss it til it’s gone away,
And my heart is lying there and will be til my dying day.

So understand
Don’t waste your time always searching for those wasted years,
Face up…make your stand,
And realise you’re living in the golden years.

Too much time on my hands, I got you on my mind,
Can’t ease this pain, so easily,
When you can’t find the words to say, it’s hard to make it through another day,
And it makes me wanna cry, and throw my hands up to the sky.

So understand
Don’t waste your time always searching for those wasted years,
Face up…make your stand,
And realise you’re living in the golden years.