Recuperando do susto

Apesar dessa semana ter sido umas das mais dificeis pra mim, eu ja’ estou me sentindo melhor. Depois daquele susto parece que todo dia eu luto comingo mesmo pra continuar aqui. O bom e’ cada dia que passa essa luta fica menos intensa.

Coincidentemente essa semana eu recebi uma carta da minha irma. Ela, como sempre, me escreveu muitas coisas legais e suas palavras de apoio com certeza me ajudaram muito. To com saudade de vc, menina besta…

Muito obrigado a todos que, direta ou indiretamente, tambem estao me dando forcas pra continuar.

Sonhos

Dizem que o primeiro sinal de que pegamos fluencia no ingles (ou qualquer outra lingua) e’ quando comecamos a sonhar em ingles.

Pois bem. Comigo ta’ acontecendo um lance estranho. Ja’ faz um tempao que meus sonhos estao mudos.

Acho que eu apertei a tecla “mute” sem querer e agora nao consigo voltar a sonhar com som!!! Pode parecer engracado mas isso ja’ ta’ comecando a me preocupar…

Frio

Ele chegou. E ainda tem gente dizendo que vai piorar !!!!

Ontem fui dar uma volta no centro e tive que comprar um gorro (ou “nightmare walker” como diziamos na escola).

E’ isso.

Advertisements

Coisa chata

Antes de tudo saibam que ESTOU BEM, ta’?

Fui assaltado.

Sexta-feira fomos fazer a despedida do Fabrizio (que ta indo para a Franca). Saimos do restaurantes e fomos para um pub beber. De la’ fomos pra outro pub. Depois decidimos ir pra uma danceteria no centro da cidade. Nem preciso falar que eu bebi um pouco e quando sai de la’ ja estava meio “alto”.

Nao estava encontrando nem um ponto de onibus. Foi quando um carro parou do meu lado e perguntou: “Taxi?”. Estava fazendo um frio da porra e eu nao pensei duas vezes: “Ok”.

O cara me levou para uma rua escura e sem saida. Chegando la’ fui notar que tinha um cara no banco de traz. Ele me segurou pela garganta e falou: “Nao tente fazer nada.” Levaram todo meu dinheiro( tinha recebido meu pagamento da semana no mesmo dia), minha maquina fotografica e meu celular.

Me jogaram pra fora do carro. Fiquei la’ sentado, no meio do nada tentanto me reconstituir do susto.

Anjo

Foi quando um cara apareceu. Perguntou meu nome e aonde eu morava. Disse a ele e ele me ajudou a levantar e me levou ate’ uma rua mais movimentada. Chegando la’ ele parou e PAGOU taxi pra mim ate’ a minha casa. Lembro que o taxista falou que custaria 20 libras pra me levar mas o cara so’ tinha 15. Ele implorou para o taxista me levar e, gracas a Deus, ele topou.

Cheguei em casa sei la’ que horas.

Mas agora estou bem, apesar do susto.

Amigos de Londres: me mandem um email com o tel. de vc’s

E’ isso.

beijos e abracos

Sel