Assis é aqui

Quarta feira da semana passada eu encontrei com a Tati Cunha. Fomos para um pub e ficamos la’ conversando e relembrando os velhos tempos.

Fiquei sabendo que a turma dela (ela, Lia, Dada, Ma Fer, Luciana, etc.) chamava nossa turma (eu, Renato, Marcos, Eduardo, Diego, Vinicius, etc.) de os “Rodox”. Ela tb ficou surpresa pela uniao que prevalece na nossa turma. Disse a ela que sempre que possivel a gente se reencontra pra tomar umas. Coisa que na turma delas nao acontece ja’ umas se casaram, outras tem filho… e por ai vai.

Ultima semana de trabalho (01/12 – 05/12)

Essa semana deu pra sentir como vao ser as festas de Natal la’ no Balls Brothers. PUTA BUSY DA PORRA!!!! Tb foi engracado receber incentivos do meus colegas de trabalho: “Vc e’ que ta’ certo! Vai viajar e depois volta p/ o Brasil!!”

Ultimo dia – Sexta feira 05/12/2003

Substituicao no Balls Brothers! Sai: Anselmo (Assis-SP-Brasil) e entra Marcelo (Assis-SP-Brasil).

Tem um monte de brasileiro aqui procurando trampo mas e’ claro que eu tive que dar preferencia para o meu conterraneo.

Hj o Marcelinho comecou a trampar no meu lugar. Ele foi la’ pra gente (eu e o Thiago) ja’ ir dando umas dicas pra ele.

O cara teve um bom comeco! Pegamos um bar lotado e mais de 50 pessoas no restaurante! Nada mal…
No final do dia me senti meio estranho. Sabe quando um mixto de felicidade e tristeza toma conta da gente? Entao…

Recebi um cartao de despedida dos meus “collegues”. O Mark (gerente) ate’ disse que era para eu procura-lo caso pretendesse voltar para trabalhar. Falou que mesmo se nao tivesse vaga no branch da Hays Galleria ele poderia me indicar em outro restaurante da companhia. Agradeci mas disse que essa ideia nao esta’ nos meus planos…

Depois do nosso shift fomos para um pub tomar umas e falar tchau. Puta coisa chata essa tal de despedida, ne’? Nada a ver…

E o clima?

Fiquei sabendo que ta’ fazendo o maior calorzao ai no Brasil! Meu amigo Diego me escreveu falando que ta’ tao quente ai que ate’ pombo na bunda sua! E’ verdade?

Aqui a maxima pra amanha, segundo a previsao,e’ de 9 graus.

Beber.

Agora eu to indo pra Casa da Cachaca pra tomar umas. E’ que faz tempo que eu nao faco isso

Advertisements

379 coisas

Aconteceu muuuuuuuuuuuuuuuuuita coisa essa semana. Mas antes preciso falar que:

A) O Fabrizio nao esta’ mais em Londres. Ele arrumou um trampo numa agencia de fotografia em Paris e vazou pra la’. Ainda nao sei ao certo que tipo de trampo ele vai fazer, mas sei que ele ta’ bem pra caralho la’. Como o Carneiro foi pra França, a vagou um trampo la’ no restaurante. E adivinha quem ele colocou la’? O Kiko Mano. Isso mesmo, o irmao da Carol Mano, la’ de Assis.

B) Estou fazendo um curso chamado “Communicating through Graphic Design”, na London College of Printing. Ele tem duracao de 5 sabados e vai terminar 29/11 (aniversario do Marcos).

Fim de semana passado (01/11)

Sai do curso e fui pra “Casa da Cachaca” (minha ex-casa que foi carinhosamente apelidada por Thiago) tomar umas e conversar com meus amigos. E’ sempre bom trocar umas ideias tomando umas. Aquela noite foi MUITO boa!

Domingo eu acordei e voltei pra CC (Casa da Cachaca). Chegando la’ o Kiko me disse que tinha um pub em Candem Town que passava jogos do Brasileirao. Nao deu outra! Fomos la’ ver o Santos x Corinthians. Apesar da derrota, nos divertimos bastante. Pela primeira vez na minha vida senti como e’ dificil fazer parte da minoria. Alem de mim e do Kiko( que e’ santista) tinha mais 3 brasileiros no pub. 2 santistas e um palmeirense, que eu nem preciso falar pra QUAL dos alvi-negros ele estava torcendo, ne’?

No meio do jogo chegou por la’ a Stephanie (francesa que trabalha com a gente no restaurante) com uma amiga e um amigo brasileiro. Terminamos de assistir o jogo e fomos embora.

Comeca a semana (03/11)

Logo na segundona brava a bomba que joga a agua da cozinha pra fora do restaurante me resolve quebrar. Era agua pra TUDO QUANTO e’ lado, e eu la’ passando o esfregao pra secar aquela bagunca.

Dai na quarta-feira (tinha que ser na QUARTA!) a maldita bomba me quebra de NOVO! So’ que agora a gente estava NO MEIO DA HORA DO ALMOCO com o restaurante LOTADO de gente! Quando vi aquela agua vazando de novo tive vontade de chorar. Ainda bem que o Thiago me deu uma forca e a gente conseguiu resolver a situacao. Mas saimos de la’ meia hora mais tarde…

Na sexta a gente estressou de novo com os argelinos. O Thiago POR MUITO pouco nao voou no pescoco do Mo. Mais uma vez nosso gerente foi conversar com a gente. So’ sei se continuar desse jeito nao vamos aguentar nem mais duas semanas…

De noite sai do restaurante com a Stephanie e fomos pegar umas amigas dela pra irmos na CC. Que noite engracada! Bebemos, convesamos, dancamos e demos muita risada. O Thiago beijou uma das francesas. O curioso e’ que nem um dos dois falava muito bem ingles. Ao ver aquilo, o Baiano falou pra mim:

“Anselmo, dizem que amor e’ cego, ne’? Mas nao! O amor e’ mudo.”

Voltei pra casa as 3h30 da manha.

Sabado.

Sai do curso e fui, pra variar, la’ na CC. Cheguei com 6 latas de Stella na esperanca de encontrar o pessoal empolgado de novo. Mas nao. Os poucos que estavam na casa estavam sarando da ressaca da noite anterior. Ate’ que o Juninho decidiu ir para o “Cheers”, um nightclub no centro de Londres. Disse que ia ficar la’ na casa. Bom,ate’ que eu fiquei um pouco. Ate’ que durante nosso jogo de xadrez o Adriano recebeu um telefonema. Era uns amigos dele que estavam la’ na Cheers tb. Ai nao tivemos como nos segurar. Pegamos duas latinhas e fomos pra balada.

Chegando la’ o Adriano lembrou que depois das 21h so’ entra casal! “Eu nao vim aqui pra ficar de fora!” disse meu amigo de Balneario Camboriu. Foi quando a gente viu duas meninas sozinhas entrando no lugar. Paramos elas explicamos que aquela hora so’ entrava casal. Elas eram da Republica Checa concordaram em entrar com a gente. Entramos, agradecemos as meninas e fomos procurar nossa turma.

BALADA MUITO BOA! Nossa roda so’ tinha brasileiro! Som legal, galera animada e cerveja CARA PRA CACETE. Pagamos £3,20 numa Budweiser (long neck!!!!!). Ainda bem que eu ja’ tinha bebido um pouco em casa…

Hoje.

Quando eu falo que assisense e’ praga, ninguem acredita. Nao e’ que encontrei a Tati Cunha aqui? A gente estava no mesmo onibus e, quando eu a vi, eu disse: “Pronto!”. Ela ta’ trabalhando na Zara da Oxford Street. A gente conversou pouco mas combinamos de nos econtrar no fim de semana.

Agora se liguem nessas fotos:

Bournemouth:

praia01

praia021

praia03